sábado, 5 de dezembro de 2009

Concerto de Natal


Voltamos a partilhar o nosso Concerto de Natal com o Coro de Câmara de Setúbal e a Banda da Sociedade Musical Capricho Setubalense.
O Concerto será apresentado em duas partes.
Na 1.ª parte, os três intervenientes apresentarão, separadamente, peças dos respectivos repertórios e próprias do período natalício.
A 2.ª parte será preenchida pela MISSA KATHARINA, de Jacob De Haan, para Soprano, Coro e Banda. A solista será a já nossa conhecida Ana Leonor Pereira.
Aparece e convida alguns amigos para que venham ouvir-nos.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Retrospectiva-15

Ano de 2005

Este foi um ano relativamente fraco em actuações dado que os problemas que o maestro enfrentou no ano anterior acabaram por lhe afectar a saúde e tiveram como consequência uma preparação desgarrada que inviabilizou o assumir de compromissos.

25 de Junho - No Ginásio principal da Escola - Pequena festa evocativa da Manuela Sequeira organizada pelo Grupo Coral e pelo Grupo de Professores de Português, a que a Manuela pertencera.
Aqueles professores fizeram a biografia da Manuela enquanto diziam Poesia.
O Coral interpretou uma versão reduzida da peça que vinha preparando - Gloria de Antonio Vivaldi.

Neste mês houve mais uma escapadela cultural - Ida a Lisboa, ao Teatro Aberto, para assistir à Ópera de 3 Vinténs de Bertoldt Brecht/Kurt Weill.

23 de Julho - Inauguração da Feira de Santiago, nas Manteigadas

Música portuguesa conhecida, algumas de Revistas e de Filmes, com originais, e muito interessantes, orquestrações de José Ricardo, músico amigo do João Paulo Reya:

Coimbra é uma Canção de Amor - de Raul Ferrão
Fado do Estudante - do filme "A Canção de Lisboa"
Todos me querem - Chula tradicional
Lisboa Antiga - de José Galhardo, Amadeu do Vale e Raul Portela
Aldeia da roupa branca - do filme com o mesmo nome
A Rosinha dos limões - de Artur Ribeiro
A Moda do Chapéu ao Lado - de Mário de Sampayo Ribeiro
Zumba na caneca - Tradicional
Cheira a Lisboa - de Carlos Dias e César de Oliveira
Setúbal, "Cidade do Rio Azul" - de Mário Regalado e Laureano Rocha

Foram solistas a Guida Cachão e o Luís Gomes.
A apresentação foi um êxito a merecer público mais numeroso.

Eis um dos momentos da actuação com o João Paulo a transmitir-nos o seu entusiasmo


A foto seguinte é do final da Apresentação ( de negro, o Luís Gomes tendo à sua esquerda a Guida Cachão )


2 de Agosto

A dor atingiu, de novo, o Grupo. Às 6 horas da madrugada, no Hospital de S. Bernardo, após sofrimento prolongado, faleceu o Companheiro Luís Silveira, tenor, homem de rara sensibilidade, madeirense radicado em Setúbal onde exercia as funções de Chefe da Secretaria da Escola Secundária "Lima de Freitas".

12 de Novembro - Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal
Orfeu e Eurídide de Gluck

Versão já apresentada em Janeiro de 2004 mas que a Câmara achou por bem repor.
Solistas:
Samuel Vieira , tenor, no papel de Orfeu
Susana Gaspar, soprano, como Euridice
Ana Cosme, soprano, no papel de Amore
Piano : Michel Gal

Após dois adiamentos e alguma confusão organizativa, apresentámos, com bastante êxito, esta reposição do Orfeu e Euridice.

17 de Dezembro - Igreja de S. Julião - Concerto de Natal

1.ª Parte :
Quatro peças para órgão solo - Carlos Seixas, J. Pachelbel e D. Buxtehude
Concerto em fá maior para Órgão e Orquestra de G. F. Händel

Órgão - Miguel Matos
Orquestra - uma formação de músicos amigos do J. Paulo Reya a que este deu a designação de Orquestra Bocage

2.ª Parte
GLORIA - A. Vivaldi

Solistas:
Sara Raquel Pinto, soprano
Margarida Cachão, mezzo
Helena Gaspar, contralto
Coro : Grupo Coral da Esc. Sec. de Bocage
Orquestra : a citada Orquestra Bocage.

O Concerto foi um êxito!

Capa do programa distribuído pelo público

Voltaremos! Até ao nosso regresso!...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Ecos do último Concerto

No dia 23 de Outubro teve lugar, na Igreja de S. Sebastião, o anunciado Concerto integrado no Mês da Música, iniciativa da Câmara Municipal de Setúbal.
Este foi mais um Concerto conjunto do nosso Grupo Coral, do Coro de Câmara de Setúbal e da Banda da Sociedade Filarmónica Capricho Setubalense.
O prato forte do Concerto era a Missa Katharina, do compositor holandês Jacob De Haan, para Coro, Soprano e Banda (ou Órgão).
Na 1.ª Parte o Coro interpretou 3 Espirituais Negros e a Banda 3 peças do seu repertório.
A 2.ª parte, inteiramente preenchida com a Missa Katharina, teve a brilhante actuação do soprano Ana Leonor Pereira, cantora, professora e investigadora dos problemas da voz.
O público, que enchia por completo a Igreja, reagiu de forma muito positiva, e quase nos fez prometer que repetiríamos o Concerto.
Para ficarmos com uma pequena idéia da nossa actuação aqui fica um vídeo realizado pelo nosso coralista Fernando Fidalgo(mais precisamente pelo seu filho, que muitas vezes nos acompanha) com a 1.ª intervenção do Coro e da Solista na Missa - o Kyrie.
video
Esperamos que tenham gostado.

domingo, 1 de novembro de 2009

Retrospectiva-14

Ano de 2004

O ano começou com muito trabalho. Se o ano de 1998 ficou marcado
pela Ode para o Dia de Sta. Cecília, de Händel, o de 2004 irá
ficar assinalado por outra peça de responsabilidade - Orfeu e Eurí-
dice, de Gluck.
Largos meses de preparação e desespero (nosso e do maestro ) cul-
minaram com ensaios nos dias 5, 6 e 7 de Janeiro.

Dia 5 - Ensaio no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal com
o pianista Michel Gal.
Dia 6
- Ensaio na Escola no espaço habitual.
Dia 7 - Ensaio no Ginásio principal da Escola. Pretendia-se que este
fosse o ensaio geral, para afinar muitos pormenores, mas, por atra-
sos vários da responsabilidade da C.M. S. ( falta da cobertura de pro-
tecção do piso do Ginásio, e consequente impossibilidade de instalar
a plataforma onde se apoiaria o projector das imagens que acompa-
nhariam a execução musical da ópera,...), não o foi tanto quanto se
impunha. Este foi o primeiro contacto do Coro com os solistas.

8 de Janeiro, dia do Concerto, foi de muito trabalho com a prepara-
ção do Ginásio para o espectáculo da noite.
Foi com muito cansaço e alguma apreensão que o Grupo Coral en-
frentou o público que enchia o Ginásio.

8 de Janeiro - Ginásio Principal da Escola Sec. de Bocage
Concerto integrado nas Comemorações dos 250 anos do nas-
mento da cantora lírica setubalense Luísa Todi.


O Coral apresentou uma versão de Concerto da ópera de Gluck
Orfeu e Eurídice, numa concepção do maestro João Paulo Reya
que incluía projecção de diapositivos onde uma tradução do libreto,
acompanhada de belas imagens, permitiam ao público um melhor
entendimento da trama da história que lhe era proposta.

Foram solistas :
Pedro Bruto da Costa
, barítono. no papel de Orfeu;
Teresa Inácio, soprano, foi Eurídice ;
Raquel Alão, soprano, interpretou o papel de Amore.
Pianista : Michel Gal
Apesar das nossas apreensões o Concerto foi um êxito.

Eis uma reprodução do cartaz que anunciava o Concerto


9 de Janeiro - Forum Municipal Luísa Todi
Pequena participação no
Concerto de encerramento das Comemorações do ano
Luísa Todi.
que contou com a presença da esposa do Senhor Presidente da Re-
pública, do Ministro da Cultura e do Bispo de Setúbal.
Participaram neste evento todos os que, ao longo do ano 2003 e
começo de 2004, participaram naquelas comemorações.

Nesta festa de encerramento o nosso Grupo cantou o Espiritual
There is a Balm in Gilead.

17 de Janeiro - Igreja paroquial de Melides -
Concerto de Ano Novo
Programa :
1.ª Parte - Francisco Fanhais com várias canções do seu reper-
tório.
2.ª Parte - O Grupo Coral da Esc. Sec. de Bocage com a
Cantata "Venha Celebrar a Criança Luz"
Foi solista a Margarida Cachão e Narrador o Eng. Francisco Calado
(esposo do contralto Celeste Calado).

Esta foi uma deslocação interessante promovida por um dos nossos
contraltos , a Milú, com a colaboração da Junta de Freguesia local
que nos obsequiou com um óptimo jantar.

21 de Maio - Sede da Sociedade Filarmónica Perpétua Azei-
tonense -
Participação na
Comemoração do 122.º Aniversário desta Sociedade.
Actuaram:
Grupo Coral Infantil da S.F.P.A.
Grupo Coral da S.F.P.A.

Grupo Coral da Esc. Sec. de Bocage

O nosso Grupo levou alguns Espirituais já bastante rodados tendo o
Rui Machado como solista.

9 de Junho - O Grupo Coral ficou órfão. Morreu a Manela. Pela 1
hora da madrugada, sem que os amigos o pressentissem,... partiu.
A estupefacção foi quase total pois muitos de nós ignorávamos o
seu verdadeiro estado de saúde.


A Manuela foi uma das fundadoras do Grupo Coral e Vice-Presidente
da sua Direcção até ao seu passamento. Entusiasta, dinâmica, estava
em todas as actividades para aquisição de fundos e organizava, com
a Rosa Capela, os nossos convívios e saídas culturais.

As dras. Manuela Sequeira e Rosa Capela no passeio a Castelo de Bode.


A Manuela num dos nossos convívios de Natal procedendo à distribuição
dos presentes.


O Coral teve uma ligeiríssima intervenção na festa de encerramento
do Ano Lectivo, levada a cabo pouco depois, nela evocando a Dra.
Manuela Sequeira. Mas esta não era a homenagem que se impunha.
O encerramento das actividades obrigou a adiar essa homenagem.

Problemas pessoais do maestro, relacionados com a saúde de sua
mãe, que viria a falecer no final do ano, não permitiram a prepara-
ção adequada para o habitual Concerto de Natal. Este ficou, pois,
por realizar.
Voltaremos a encontrar-nos. Até lá!


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Retrospectiva-13

Após o interregno das férias, que desejamos proveitosas, e duas
tentativas goradas para reiniciar o contacto convosco, aqui estamos
para mais um olhar sobre o passado.

Ano de 2003

Uma década é já vencida... Embora não seja tempo suficiente para
conferir a uma instituição o carácter de vetustade dá-lhe, no entan-
to, uma bonita aura de maturidade. É da luta pela aquisição dessa
maturidade que, embora de modo muito sumário, temos vindo a
dar-vos testemunho. Com esse testemunho continuamos.

6 de Janeiro-Igreja Matriz de Alter do Chão

Concerto organizado pela coralista Júlia Pintão, natural desta loca-
lidade, que contou com a preciosíssima colaboração da Câmara lo-
cal.
A actuação do Coro foi precedida de um esplêndido almoço que a
Câmara Municipal de Alter do Chão proporcionou à comitiva.

Na 1.ª foto vemos o Coro e acompanhantes aguardando, após o almoço,
a abertura da Igreja para o aquecimento da voz e estudo das condições
acústicas.
Na 2.ª foto temos já o Coro em plena actuação.

Programa : 1.ª parte - Espirituais Negros tendo como solista o Rui
Machado.
2.ª parte - A Cantata de Natal Venha Celebrar a Criança Luz
Solista - Margarida Cachão
Narradora - Marília Rodrigues

12 de Abril - Igreja de N.ª Sra. do Rosário, no Barreiro
Concerto de Páscoa com o seguinte programa:

1.ª Parte
- Três peças a solo com acompanhamento de órgão:
- Ave Verum Corpus de W. A. Mozart
-Largo de G. F. Händel
- Agnus Dei da Missa em si menor de J. S. Bach.
Solistas : Ana Albuquerque e Helena Gaspar, mezzo-sopranos
e Célia Nascimento, soprano.
Órgão : Miguel Matos

16 de Junho - Biblioteca da Esc. Sec. de Bocage na abertu-
ra da exposição "Um Olhar Sobre Nós" integrada nas comemo-
rações do 10.º Aniversário do Coral.

Foi uma pequena intervenção na qual o Grupo deu a conhecer um
dos coros da ópera Orfeu e Eurídice, de Gluck, em cuja prepa-
ração estava empenhado tendo em vista a sua inclusão nas come-
morações do ANO LUÍSA TODI.

Neste mesmo mês de Junho, um acontecimento fantástico para
os coralistas e outros membros da Escola que a ele aderiram,
foi o passeio-convívio pretexto para assinalar o encerramento
das actividades de 2002/2003. Falamos do passeio à região de
Castelo de Bode. Foram dois dias extraordinários. Constança e
o passeio de barco na barragem ficarão, para sempre, na nossa
memória.
Aqui vos deixamos a visão de uma das mesas do excelente almo-
ço a bordo do barco que nos proporcionou o passeio pela barra-
gem. À direita, no primeiro plano, a Ilustre Presidente da Direc-
ção, Dra. Rosa Maria Capela.


Diga-se, em abono da verdade, que nem só de cantorias vivia o Gru-
po. Para além dos jantares de encerramento das actividades e dos
convívios de Natal, a Direcção organizava, de quando em vez, umas
saídas que não só nos enriqueciam culturalmente como, ainda, aju-
davam a estreitar os laços de camaradagem entre os elementos do
Coro e entre estes e a comunidade escolar. O passeio referido é um
exemplo mas antes dele, no dia 15 de Junho, tínhamos ido ao teatro
Politeama assistir ao espectáculo de Filipe La Feria, My Fair Lady.

Em Julho, outro acontecimento de certa relevância teve lugar; refe-
rimo-nos à inscrição da nossa Associação na recém-criada
FENAMCOR (Federação Nacional do Movimento Coral) que havia
sido decidida na reunião da Direcção de 15 de Maio. O nosso Grupo
ficou registado com o n.º 9.

6 de Dezembro - Igreja de S. Pedro, em Vila Real.
A convite da Juventude Adventista de Vila Real, o Grupo deslocou-
se a esta cidade transmontana com o seguinte programa:
1.ª Parte - Canções de Natal do nosso repertório.
2.ª Parte - Com a colaboração de alguns elementos da Juventude
Adventista, o nosso Grupo interpretou a sempre bem recebida Canta-
ta de Natal de Tom Fetke, Venha Celebrar a Criança Luz.
Foram solistas a Margarida Cachão e a Sara Raquel Silva;
no órgão esteve o Miguel Matos e a narração coube a Miguel Cabral,
membro daquela Juventude Adventista.

No final, e atendendo ao entusiasmo do público, o Coral interpretou
a Canção de Natal Surgem Anjos Proclamando, um antigo Carol
francês.

13 de Dezembro - Concerto de Natal na Igreja de S. Sebastião,
em Setúbal, com o mesmo programa de Vila Real e a colaboração de
alguns elementos da Juventude Adventista daquela cidade que, para
o efeito, se deslocaram até nós, e ainda dos Tons de Barro, do Barreiro.
A narração foi, agora, de Frei Miguel.

20 de Dezembro - Praça de Bocage, em Setúbal - Participação
no espectáculo da Operação
"Dez milhões de estrelas- Um gesto de Paz"
O Coral apresentou a Cantata de Natal de Tom Fetke com a Guida
Cachão como solista e o Frei Miguel como Narrador.

21 de Dezembro - Concerto de Natal naIgreja de S. Jorge,
em Sarilhos Grandes;
1.ª Parte -o Grupo Tons de Barro, do Barreiro, apresentou algumas
canções relativas à época;
2.ª Parte - O Grupo Coral da Escola Sec. de Bocage, com a colabo-
ração do Grupo Tons de Barro, voltou a apresentar a Cantata de
Natal já bem conhecida mas sempre bem recebida.

Com este Concerto terminava, na prática, o ano das comemorações
do 10.º Aniversário do nosso Grupo Coral.
Nestes dez anos muitos acontecimentos, para além dos concertos
mas por causa deles, tiveram lugar; muita gente conhecemos e mui-
tos amigos fizemos.
Aqui prestamos uma pequeníssima mas sincera homenagem aos
amigos e companheiros muito especiais que nos ajudaram ao lon-
go desta década. E foram eles:

Instrumentistas como
o Paulo José Sedas e o professor Lopes da Cruz (oboé), o José Antó-
nio Magalhães (guitarra), o José António Barrocas e a Cláudia Lou-
renço (flauta), o José Augusto Carneiro (trompete), a Ana Rute
Paulino (harpa), a Sílvia Rocha (treble), o Nuno Ferreira (sax sopra-
no), a Andreia Fragoso (clarinete), o Helder Caramba (fagote) e o
Paulo Tavares (órgão);

Narradores da Cantata de Natal que, por ordem cronológica,
foram:
Fernando Casaca (actor), Dra. Raquel Cardoso ( coralista e Presi-
dente do Conselho Directivo da nossa Escola em 1994/95),
Dra. Maria Aurora Carvalho Homem ( Prof.ª do Ensino Sec. no
Funchal ), António Fernandes Ferreira, Dra. Maria Manuela Seq-
queira ( fundadora e Vice-presidente da Direcção do Coral ), Frei
Miguel (da Ordem Franciscana, em Setúbal) e a nossa coralista
Marília Rodrigues;

Grupos
tais como os Grupos PAZ, ALIANÇA, REVELAÇÃO, o QUINTETO
de COIMBRA, o Grupo Vocal Feminino DULCISVOX, o Grupo
TONS DE BARRO, a ORQUESTRA SINFÓNICA JUVENIL;

Solistas que, uma ou outra vez, deram o seu contributo, como
a Marta Dias, a Débora Fernandes, a Raquel Alão, a Teresa Inácio,
a Filomena Fialho, a Solange Norton, a Cláudia Lourenço, o Octávio
Paulino, o Jeremias Aurélio, o Hergino Paiva, a Liliana Cardoso, o
Luís Santos, a Cláudia Estanislau e a Célia Nascimento.

Mas, credores de um muito especial agradecimento serão, sem a
mínima sombra de dúvida,

João Paulo Reya, não só pelo seu mui valioso trabalho como
maestro do Grupo mas, também, pelas suas actuações enquanto
solista que muito valorizaram algumas das apresentações do Coral;

Filomena Amaro que, apesar do seu elevado nível como cantora
e professora de Canto, não se sentiu diminuida por emprestar o seu
brilho pessoal a várias prestações deste Grupo;

Miguel Matos, o organista de todos os momentos, o amigo com lu-
gar cativo no coração dos coralistas, em especial daqueles que o vi-
ram passar, tocando como só ele sabe, da categoria de aluno da Es-
cola Secundária de Bocage para a de Dr. Miguel Matos;

Enoch Pinto, o amigo sempre pronto a ajudar o Coral quer refor-
çando o sempre carecido naipe dos Baixos quer propiciando o seu
apoio técnico quando a Cantata de Natal era apresentada quer,
ainda, na resolução de situações problemáticas delicadas como a
ocorrida na Madeira em Janeiro de 1995.

Margarida Cachão mezzo-soprano que, devido à qualidade sem-
pre renovada da sua voz, abrilhantou, e de que maneira, muitas das
actuações do Grupo;

Ana Isabel Albuquerque, Helena Gaspar, Rui Machado e
Sara Pinto
que, para além das suas participações como coralis-
tas bastante valorizaram, como solistas, algumas das actuações do
Grupo Coral.

Na foto seguinte vemos a Filomena Amaro, o João Paulo Reya e
alguns dos amigos atrás referidos.


Até à próxima!

domingo, 18 de outubro de 2009

CONCERTO

  • O GRUPO CORAL DA ESCOLA SEC. DE BOCAGE
  • O CORO DE CÂMARA DE SETÚBAL
  • A BANDA FILARMÓNICA DA CAPRICHO

Realizam um CONCERTO no próximo dia 23 de Outubro
( 6.ª feira ), pelas 21h e 30 min
na IGREJA de S. SEBASTIÃO

A "peça de resistência" deste Concerto será a Missa do compo-
sitor holandês Jacob De Haan

MISSA KATHARINA

Ouçamos o SANCTUS desta Missa, não pelo nosso Coro mas...
o aspecto do Coro aqui apresentado não anda muito longe do
nosso.

video

VAI OUVIR-NOS! APOIA-NOS!

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Retrospectiva-12

Ano de 2002 (conclusão)
7 de Julho na Igreja de Santiago em Alcácer do Sal
Concerto organizado pelo Grupo Coral e pela Câmara de Alcácer do
Sal para inaugurar o recém-reparado órgão de tubos daquela Igreja.
Programa:
1.ª Parte - 3 Peças para órgão interpretadas pelo Miguel Matos
Na foto, o "nosso" Dr. Miguel Matos regalando-se
com o rejuvenescido órgão
2.ª Parte
1 - Sonata para oboé e órgão em sol menor BWV 1020 de Bach.
2 - 3 peças cantadas com acompanhamento de órgão e oboé:
Ave Verum Corpus de W.A. Mozart ; Largo de G. F. Handel ;
Agnus Dei da Missa em si menor de J. S. Bach
Solistas : Ana Albuquerque (mezzo) ; Célia Nascimento (soprano) e
Helena Gaspar (mezzo).
Órgão : Miguel Matos ; Oboé: Paulo Sedas
3.ª Parte - Missa a duas vozes para Coro e órgão (com adap-
tação para duas solistas) de Giuseppe Ramella
Solistas : Célia Nascimento (sopr.) e Ana Albuquerque (mezzo).
Órgão : Miguel Matos
Eis o Coro nesta sua saída a Alcácer
1 de Outubro - Igreja de S. Sebastião em Setúbal
Concerto integrado nas comemorações do Dia Mundial da Música
O Programa difere do anterior pela supressão, na 2.ª Parte, da
Sonata para oboé e órgão e o acréscimo de Domine Deus
do " Gloria " de A. Vivaldi cantado pela Cláudia Estanislau(sop.)
Na hora da distribuição de flores às solistas e instrumentistas
19 de Outubro - Catedral de Beja
Concerto que a Diocese de Beja entendeu ser de integrar nas
Comemorações de S. Sisenando, padroeiro da cidade
O Programa foi o do dia 1 acrescido da Sonata para oboé e órgão
em sol menor, BWV 1020 de J. S. Bach.
Os intérpretes foram, também, os mesmos.
4 de Novembro - Inatel de Setúbal
Pequena participação num Encontro de Gerações organizado por
aquela instituição.
O Grupo cantou três Espirituais Negros:
Deep River ; Babylon's Falling e There is a Balm in Gilead.
1 de Dezembro - Igreja de Jesus em Setúbal
Concerto do Dia Mundial da Luta Contra a Sida organizado pela
Associação Abraços de Setúbal.
Programa :
1 - Coral Luísa Todi , dirigido por Raúl Avelãs, com 6 peças de
estilos variados;
2 - Coro de Câmara do Conservatório Regional de Setúbal,
sob a direcção de Filipa Palhares, cantou 5 peças de diversos estilos;
3 - Grupo Coral da Escola Secundária de Bocage dirigido,
como habitualmente, por João Paulo Reya, interpretou 6 Espirituais
Negros: Somebody's Knocking At Your Door; Witness ; Gio Down
Moses; Till I Get There; Deep River ; There Is a Balm in Gilead.
Foi solista o Rui Machado.
8 de Dezembro - Igreja Adventista do Pinhal Novo
Participação na festinha de Natal e comemoração do 1.º aniversário
daquele lugar de Culto.
Foi cantada a Cantata de Natal de Tom Fetke
"Venha Celebrar a Criança Luz"
sem narração e tendo como solista a Margarida Cachão.
21 de Dezembro - Auditório do Centro Cultural Franciscano
em Lisboa.
Concerto de Natal com o seguinte programa:
1.ª Parte - o João Paulo Reya, com música gravada, interpre-
tou algumas canções de Natal.
2.ª Parte - O nosso Grupo Coral, com alguns dos reforços já conheci-
dos, cantou "Venha Celebrar a Criança Luz"
Solista: Margarida Cachão;
Narrador: Frei Miguel ( da Ordem Franciscana de Setúbal);
Organista: Miguel Matos
Como encore o Grupo Coral interpretou, em jeito de Cânon,
Donna Nobis Pacem de Mozart
"Boneco" do Final do Concerto
Até breve!

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Recordando

Com lamentável atraso aqui relembramos aquele dia em que,
com estupefacção, tomámos conhecimento do falecimento da
Manuela. O Coral ficou órfão nesse dia 9 de Junho de 2004.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Retrospectiva-11

Eis-nos no século 21 da Era Cristã!
Continuemos a seguir as pegadas do nosso Grupo Coral.

Ano de 2001

28 de Abril - Igreja da Boa - Hora ( dos Grilos ) a convite do
Grupo de Professores de Religião Moral (E.R.M.C.) no final dos
seus encontros de trabalho.
Programa apresentado : Espirituais Negros.

6 de Junho - Sala dos Alunos da Escola
Concerto dePrimavera integrado na festa de encerramento do
ano lectivo, que decorreu em 3 partes:

1.ª - Momentos de Poesia acompanhados por música e bailado;
2.ª - Espirituais Negros, pelo Grupo Coral;
3.ª - Instrumentistas do Conservatório Regional de Setúbal.

15 de Dezembro - Igreja da Boa - Hora
Concerto de Natal
Programa :
1.ª Parte - Cânticos de Natal, por João Paulo Reya acompa-
nhado pelo Miguel Matos no órgão.
2.ª Parte - Canções de Natal, pelo Grupo Coral com acom-
panhamento de órgão pelo Miguel Matos.
Foram apresentadas as peças do repertório do Coral:
Natal Bem-vindo Dia!; Cântico dos Magos ; Noite de Paz! Noite
de Amor!; Eia, vamos a Belém; Sleep Holy Babe; Um Doce Canto
Vem dos Céus; Dai Louvor!; Surgem Anjos Proclamando.

A foto a seguir é do período de aquecimento antes do Concerto.



Ano de 2002

Este foi um ano recheado de actuações e por isso vamos reparti-
-lo por duas crónicas.

6 de Janeiro - Igreja de N.ª Senhora do Rosário, Barreiro
I Encontro de Coros Escolares organizado pelo Grupo Coral
ESSA Voz da Escola Secundária de Sto. António, do Barreiro.

O nosso Grupo Coral interpretou as canções de Natal apresentadas
no Concerto anterior.

25 de Maio - Basílica dos Mártires em Lisboa
1.ª Edição do Festival "Vox Musica".
O Grupo interpretou a Missa a 2 vozes para solistas, Coro
e órgão, de G. Ramella.
Solistas : Célia Nascimento (sopr.) e Ana Albuquerque (mezzo);
Órgão : Miguel Matos.

26 de Junho - Ginásio Grande da Escola S. de Bocage
Concerto de Primavera integrado na Festa de encerramento do
ano lectivo.
Esta apresentação contou com a participação do Conservatório de
Setúbal e do Grupo Coral ESSA Voz da Esc. Sec. de Sto. António,
Barreiro.
1.ª Parte - Instrumentistas do Conservatório Regional
interpretaram peças várias;
2.ª Parte - Grupo Coral da Esc. Sec. de Bocage com alguns
Espirituais Negros: The Angels in Heaven Have Changed My
Name ; Witness ; Deep River ; There is a Balm in Gilead ;
Babylon's Falling.
Foi solista o Rui Machado.



3.ª Parte - Grupo Coral ESSA Voz que cantou:
Acordai! ; Milho Verde ; Senhora do Almortão ; New York, New
York ; Yesterday ; Poetas Andaluces ; Sonha!


29 de Junho -Capela de N.ª Sra.dos Anjos, Ordem Franciscana
de Setúbal
Concerto integrado no Projecto
"De mãos dadas com Moçambique"
Programa:
Parte 1 - Missa de G. Ramella
Solistas: Célia Nascimento (soprano) e Ana Albuquerque (mezzo)
Órgão : Miguel Matos
Parte 2 - Espirituais Negros :
Witness (solo do Rui Machado) ; Babylon's Falling ; The Angels in
Heaven Have Changed My Name (solo da Ana Albuquerque) ;
Deep River ; There is a Balm in Gilead ( solo do Rui Machado).
E por aqui me fico hoje. Até breve!

domingo, 24 de maio de 2009

Seminário A Voz e a saúde vocal




A não perder!!!

terça-feira, 28 de abril de 2009

Retrospectiva-10

Finais do século 20 (conclusão)

2000, ano de alguns concertos importantes, arrancou com um
espectacular Concerto de Reis em

6 de Janeiro - Ginásio Grande da Esc. Sec. Bocage
– Concerto organizado pelo Grupo Coral com a colaboração de

Filomena Amaro – Soprano;
Liliana Carvalho e Luís Santos - duas vozes infantis;
Grupo Vocal Feminino DULCISVOX; Grupo TONS DE BARRO;
José António Barrocas – Flauta; José Augusto Carneiro – Trompete
Ana Rute Paulino – Harpa; Sílvia Rocha – Treble;
Miguel Matos – órgão


Programa – Quinze peças que, embora independentes, foram
ordenadas de modo a constituir como que uma história alusiva
ao Natal.
1-Abertura : Marche Provençale de J. Sterns - Trompete e Órgão
2- Natal, Bem-vindo Dia! de David P. Appleby -
Coro (c/tromp e órgão)
3- The Golden Carol de comp. Anónimo - Coro

4-Ave Maria de F. Schubert - Filomena Amaro
5-Noite de Paz! Noite de Amor! de Franz Grüber - Coro e solista ( F. A.)
6-Canção dos Pastores -Tradicional Francês - 4 Solistas e Coro Feminino
7-Eia, Vamos a Belém - Melodia Trad. Espanhola – Coro
8-Lullaby For Baby Jesus - Música Tradicional Brasileira - Solo
9- Sleep Holy Babe de J. B. Dykes - Coro

10-O Canto de Maria -Melodia Medieval Germânica –Coro e Solista
11-Um Doce Canto vem dos Céus de P. Tschaikowsky - Coro
12-De Noite Caminhando - Melodia Tradicional Apalachiana
- Coro Feminino e Solista ( Dulcisvox e Filomena Amaro )
13- Surjem Anjos Proclamando - Carol Francês antigo – Coro
14-Aleluia de A. Vivaldi - Solo de Filomena Amaro
15-Final: Dai Louvor de G. F. Händel - Todos

Eis uma foto do final do Concerto:



15 de Março - Instituto Politécnico de Setúbal
Uma pequena participação do Grupo no Encontro Internacional
de Bibliotecas Escolares.
Programa - Canções Tradicionais Portuguesas

18 de Março - Igreja de S. Sebastião em Setúbal
Concerto com a comparticipação da Câmara Municipal de Setúbal
e integrado na sua Temporada de Artes.
Programa:
Così Fan Tutte ( Abertura ) de W. A. Mozart - Orquestra Sinfónica
Juvenil.
Ode para o dia de Santa Cecília - Coral-Sinfónico de G. F. Händel
para solistas, coro e orquestra.


Foram solistas :
Filomena Amaro - soprano e João Paulo Reya - tenor

O Coral foi enriquecido com alguns amigos dos grupos Paz e
Aliança.
A Orquestra foi a Sinfónica Juvenil com a contribuição de
Miguel Matos – órgão
José António Magalhães – guitarra
Maestro - Christopher Bochmann

Temos a seguir uma fotografia da apoteose final do concerto

9 de Dezembro - no INATEL de Setúbal
- Concerto de Natal com a colaboração do
CORO INFANTIL DO COLÉGIO ADVENTISTA DE SETÚBAL
Programa:
1ª Parte a cargo do CORO INFANTIL:
Cante o Natal - Cantata de Letha Cole Crouch
2ª Parte : Venha Celebrar a Criança Luz - Cantata de Natal de
Tom Fettke pelo CORAL da ESB
Solistas :
Filomena Amaro – soprano e Margarida Cachão – mezzo soprano

10 de Dezembro - Igreja Matriz do Montijo -Participação no
Concerto de Natal organizado pela Musi Musa do Montijo.
Foi repetido o programa do dia 9.

16 de Dezembro - Igreja da Graça em Lisboa
- Cantar o Natal, um programa organizado pela Juventude
Adventista de Lisboa-G. Roçadas .
O Coral da E. S. Bocage, que contou com a colaboração dos Corais
da Associação Sócio-Cultural Aliança e das Igrejas Adventistas
de Setúbal / Barreiro / Lx.- G. Roçadas, repetiu o programa
dos dias anteriores, com os mesmos solistas.

17 de Dezembro -Igreja Adventista de Setúbal -Integrado
num espectáculo de Natal organizado por aquela igreja.
O Grupo Coral da ES Bocage voltou a apresentar a Cantata de
Natal Venha Celebrar a Criança Luz .
Dos solos se encarregou a Guida Cachão e da narração a Dra.
Maria Manuela Sequeira.

E, deste modo, terminou o Grupo Coral da Escola Secundária de
Bocage a sua actividade artística no século XX.
E assim termino eu, esta espécie de crónica.
Até à próxima!





sexta-feira, 17 de abril de 2009

Dia Mundial da Voz

A propósito do Dia Mundial da Voz que se assinalou ontem, aconselho vivamente a consulta da página dedicada às comemorações deste dia. Lá encontramos muitos conselhos úteis para a manutenção de uma voz saudável, informações sobre doenças da voz e, embora concebido para crianças, uma esclarecedora visita à "fábrica da voz".
Poderá aceder à página do Dia Mundial da Voz aqui.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Retrospectiva-9

Actividade do Coral nos finais do sec.XX

1998

Uma observação prévia. É claro que o Grupo não se limita a ensaiar
e a fazer concertos. Tem feito, também, algumas incursões no domí-
nio dos bons convívios (e petiscos) e dos espectáculos (mais ou me-
nos) culturais. Não sendo a intenção destas notas fazer o relato des-
-sas fugas à rotina, não quero deixar de as referir, dando aqui dois
exemplos ocorridos neste ano de 98.
Eis o primeiro: em 26 de Fevereiro, quase a iniciar o ano, pois,
houve uma fuga para gáudio cultural - uma ida ao Grande Audi-
tório do C. C. B. para ouvir o REI LEAR, um Concerto Coral por
solistas da Companhia do Teatro Mariinski (Kirov) de Sampeters-
burgo.
O segundo exemplo ocorreu no dia 16 de Junho com o Convívio
de encerramento das actividades de 97/98, que decorreu, uma
vez mais, e com extraordinária qualidade, na quinta do casal
Eduarda e José Gonçalves, ela soprano e ele baixo que, infeliz-
mente, há muito deixaram de dar o seu contributo por razões da
sua vida familiar.
Mas voltemos às notícias habituais.
4 de Abril - Igreja de S. Pedro do Corval -
Concerto de Páscoa integrado num certame cultural organiza-
do anualmente pela Câmara de Reguengos de Monsaraz.
A presença do nosso Grupo deveu-se à Filomena Fialho, natural
desta localidade.
1.ª parte do Programa:
1 - Peças para órgão interpretadas pelo Miguel Matos:
Voluntary em sol maior, Z720 de H. Purcell, Dois prelúdios
de François Couperin, Toccata em mi menor de Carlos Seixas,
Coral de C. W. Pearce e Prelúdio e Fuga em dó sustenido
menor, BWV 849 de J. S. Bach.
2 - O Joâo Paulo Reya, com o Miguel Matos no órgão, interpretou
Ave Maria de Bach/Gounod, Let Our Praise To You de Mal-
colm Archer e Panis Angelicus de Cesar Franck.
2.ª parte :
O Grupo Coral cantou a Missa a duas vozes para Coro e Órgão,
de G. Ramella, com adaptação para solistas.
Foram solistas: a Teresa Inácio, soprano e a Filomena Fialho,
contralto. No órgão o inestimável Miguel Matos.
19 de Dezembro - Igreja de S. Sebastião, em Setúbal -
Concerto de Natal com o qual se deu início oficial às comemora-
ções do 50.º Aniversário do actual edifício da nossa Escola.
Programa:
Abertura Orquestral em ré do compositor brasileiro Pe. José
Maurício pela Orquestra Sinfónica Juvenil.
Ode para o dia de Sta. Cecília, Coral-Sinfónico de Händel para
solistas, coro e orquestra.
Foram solistas a Filomena Amaro, soprano e o João Paulo Reya,
tenor.
O Coro teve a colaboração de alguns amigos dos Grupos Paz e Aliança.
A orquestra foi a Sifónica Juvenil com a contribuição do
Miguel Matos, no órgão, e do José António Magalhães, na guitarra.
A direcção esteve a cargo do maestro Christopher Bochmann.
Eis a capa do programa do evento

1999

30 de Abril - Participação na festa de encerramento das Comemora-
ções dos 50 anos do actual edifício da Escola, com duas intervenções:

1- Na Igreja Paroquial de S. Paulo, em Setúbal - Missa de G. Ramella
acompanhando a Missa solene dita pelo pároco Dr. José Gusmão.
Solistas : Solange Norton e Margarida Cachão. No órgão, uma vez
mais, o Miguel Matos.
2 - No Ginásio da Escola, ilustrando a Sessão Solene presidida pelo
Ministro da Educação, prof. Marçal Grilo, o Coral cantou 4 canções
tradicionais portuguesas: Don Solidon, Linho Mourisco, Não Chores
Por Me Deixares e Sra. do Almurtão.

29 de Maio - Igreja de Jesus, em Setúbal -
Concerto integrado na Temporada de Música e Dança de 1999 or-
ganizada pela âmara Municipal de Setúbal

Programa
1.ª parte :

O Grupo Feminino DULCISVOX com
1 - 3 Canções Portuguesas de Frederico de Freitas:
Nossa Senhora do Calvário, A Roupa do Marinheiro e
Coro das Ceifeiras.
2 - 7 Canções Argentinas :
Caramba, Pala-Pala, El Estilo del Pajarito, A las Puertas del Cielo,
Vida Lita, La Firmeza e Carnavalito.

2.ª parte :

O G. C. da E. S. de Bocage com Música Tradicional Portuguesa.

Por razões várias, de entre as quais a indisponibilidade de espaços,

não foi possível organizar um Concerto de Natal.

Até à próxima!

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Retrospectiva-8

Actividade do Coral em 1977
Como se disse na Retrospectiva-7 este, apesar de não ser mau,
não foi dos anos mais profícuos.
12 de Abril - Igreja de S. Julião, em Setúbal.
Concerto organizado pelo Grupo Coral com a colaboração de ele-
mentos do Conservatório Regional de Setúbal.
Programa:
Parte 1 - Allein Gott in der Höh sei Ehr, de J. Pachelbel,
para quarteto de madeiras e órgão;
Domine Deus ( de "Gloria" ) , de A. Vivaldi, para soprano e
oboé ; Gloria, de A. Botazzo, para Coro e órgão.
Actuaram:
Quarteto de madeiras constituido por
Cláudia Lourenço - flauta ; Nuno Ferreira -sax soprano;
Andreia Fragoso - clarinete ; Helder Caramba - fagote;
Soprano - Raquel Alão ; Oboé - Prof. Lopes da Cruz;
Órgão - Paulo Tavares ; Coro - o nosso Grupo Coral.
Parte 2 - Missa de G. Ramella, para solistas, Coro, Órgão e
adaptação para quarteto de madeiras.
Foram solistas a Teresa Inácio, soprano e a Filomena Fialho,
contralto.
No órgão esteve o Paulo Tavares e o Quarteto de madeiras
foi o anteriormente citado. O Coro, esse foi o nosso Grupo Coral.
Uma nota picaresca neste evento, de gáudio para a assistência,
de constrangimento para o Coro e de grande irritação para o
maestro, foi o infeliz acidente do Paulo Tavares que, no início
da Missa, viu as suas pautas deslizarem pela estante do órgão
e esparramarem-se pelo chão da Igreja. Foi uma gloriosa an-
tecipação do Outono...


Um apontamento fotográfico do Concerto
20 de Abril - Igreja Paroquial de S. Paulo, em Setúbal.
A convite do pároco, Pe. Dr. José Gusmão, o Coro acompanhou a
Missa dita por ele com a Missa de G. Ramella.
Foi uma experiência muito interessante.
19 de Dezembro -também na Igreja Paroquial de S. Paulo ;
Concerto de Natal com duas partes;
Parte I - Missa de G. Ramella, a 2 vozes, para Coro, Órgão e
solistas; estas foram a Teresa Inácio, soprano e a Solange
Norton, mezzo-soprano.
O organista foi o Paulo Tavares.
Parte II - Venha Celebrar a Criança Luz , a Cantata de Natal
de Tom Fettke.
O nosso Coral teve a colaboração do Grupo Paz e do Grupo da
Igreja Adventista de Cascais.
Os solos estiveram a cargo da Margarida Cachão e a narração
contou com a Dra. Manuela Sequeira.

Eis outro apontamento fotográfico


20 de Dezembro - Igreja Adventista de Cascais a convite da
Juventude Adventista ( J. A. C. ).

Programa igual ao anterior, com os mesmos colaboradores mas a


solista faltou tendo de ser substituida pelo maestro. Não houve

narração.

Assim terminou a actividade de 1997 e assim termino hoje.

quarta-feira, 11 de março de 2009

Próximo Concerto

O próximo concerto do Grupo Coral da Escola Secundária Bocage realizar-se-á no próximo Domingo, às 16h00, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, em Lisboa.
Este concerto será partilhado com Coro Vox Maris e com o Grupo Coral do CCD Tranquilidade, que é a entidade organizadora.
Este concerto é o resultado de um intercâmbio com este último Grupo Coral que nos visitou em Janeiro de 2008 tendo sido realizado um Concerto na Igreja da Anunciada.


N.B. A Igreja do Sagrado Coração de Jesus situa-se na Rua Camilo Castelo Branco, na zona do Marquês de Pombal.

terça-feira, 10 de março de 2009

Shine on me & Till I get there

A pedido, aqui deixo as partes de soprano destes dois espirituais.


Discover !

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Retrospectiva-7

Actividade do Coral em1996

Embora os anos de 96 e 97 não tenham sido dos mais produtivos,
podemos dizer que, em termos de concertos, não foram maus de
todo. Senão vejamos:

1996
24 de Março
Sede da Socied. Filarmónica Humanitária de Palmela
Participação no Encontro de Coros organizado por esta Socie-
dade, no qual estiveram também presentes,o Coral da Sociedade
Filarmónica Palmelense (Loureiros), o Coral Luísa Todi, de Setú-
bal, o Coral da Sociedade anfitriã.
O nosso Coral interpretou 5 canções regionais portuguesas com
harmonização de José Firmino.

29 de Março
Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal
Concerto organizado pela Câmara e pelo nosso Grupo Coral e in-
tegrado na Temporada de Música e Dança de 1996.
Programa
1.ª Parte - 5 Canções Portuguesas, Op.10 de Viana da
Mota interpretadas por Raquel Alão (soprano) e Vera Prokic
(piano).
2.ª Parte - Canções Regionais Portuguesas harmonizadas
por J. Firmino:
Pera Verde, Dom Solidon, Ó Ladrão, Ó que lindo par
eu levo, Nossa Senhora das Preces, Linho Mourisco
(Minho), Canção das Tecedeiras, Não Chores por me
Deixares (Beiras), Senhora do Almurtão (Beira Baixa),
Boina , Boina.
Foi solista a Raquel Alão.

25 de Abril
Forum Municipal Luisa Todi
Concerto comemorativo do 22.º Aniversário do 25 de
Abril de 1974.
Integrado também na Temporada de Música e Dança de 1996.
Participaram neste Concerto, além do nosso Coral, o Teatro de
Animação de Setúbal(TAS), a Sociedade Musical Capricho Setu-
balense e a Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense.
O nosso Grupo apresentou, acompanhado pelas bandas daquelas
duas Sociedades,
4 Canções Heróicas de Fernando Lopes Graça: Jornada,
Baile Ribatejano, Mãe Pobre e Ronda;
Portugal Ressuscitado de Pedro Osório;
Somos Livres! de Ermelinda Duarte;
Grândola, Vila Morena do Zeca Afonso;
Setúbal, Cidade do Rio Azul de Mário Regalado e Laureano
Rocha;
Hino à Alegria de L. van Beethoven.

14 de Maio
Museu de Arte Sacra de Alcochete
Concerto integrado na Animaio.
Do program fizeram parte algumas dasCanções Regionais Portu-
guesas tendo por solista a sopranoRaquel Alão.

12 de Junho
Anfiteatro de Física ( hoje Auditório "José Saramago" ) da
nossa escola.
Participação das comemorações do 8.º Centenário do nas-
mento de Sto. António.
Foram cantadas algumas das Canções Regionais Portuguesas.

A preparação do espectáculo de 25 de Abril passado e a da nova
aposta para o futuro, a MISSA de G. Ramella, não nos deixaram
margem para a preparação de um Concerto de Natal.

Antes do "até breve!" habitual, uma correcção:
Em Retrospectiva-3 , de 16/01/09 afirmei que as solistas do
Concerto de Natal no Inatel tinham sido "dois elementos femini-
nos do Grupo Paz" quando, na verdade, foram a Prof.ª Filomena
Amaro e a Guida Cachão (esta com uma relativa reserva).

De alma mais leve, agora sim, até breve!

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Retrospectiva-6

Actividade do Coral em 1995

Regressemos a 1995, ano rico em actuações. Falámos já da des-
locação à Madeira, em Janeiro, mas a activida do Grupo, neste
ano, não se esgotou aqui, como vamos ver.

25 de Maio - Auditório Paroquial da Anunciada
- Encerramento do 3.º Fórum Pedagógico da
Península de Setúbal
O Coral participou com alguns Espirituais Negros.

15 de Junho - Refeitório da Escola
- Festa de encerramento do ano lectivo organizada
pela Escola
O Coral apresentou, de novo, alguns Espirituais.

O Grupo preparava, entretanto, a sua festa de encerramento das
actividades que iria realizar-se em 1 de Julho. Desta preparação
foram filhas as duas actuações anteriores.

1 de Julho - Auditório Paroquial da Anunciada
- Concerto de Espirituais Negros
Este Concerto, organizado para encerramento das actividades de
1994/95, foi uma verdadeira festa de camaradagem e de amizade
que contou com a participação dos grupos Paz, Aliança e Reve-
lação, do Barreiro, do Quarteto de Coimbra ( grupo de jazz
de grande qualidade ), dos solistas Hergino Paiva, Octávio
Paulino e Jeremias Aurélio ( pertencentes ao, então, emer-
gente ) African Voices, do Rui Machado e da Prof.ª Filome-
na Amaro.

2 de Julho - Auditório da Universidade de Évora
- Concerto de Espirituais Negros
Foi, como seria de esperar, uma versão simplificada do Concerto
da véspera.

13 de Julho - Quartel dos Comandos, na Amadora
- Encontro Inter-Escolas organizado pelo Projecto " Viva a
Escola "
A intervenção do nosso grupo foi reduzida pois a quantidade de
escolas presentes era enorme. Cantámos 3 Espirituais muito aplau-
didos. Este êxito deveu-se em boa parte à boa prestação do solista,
o nosso companheiro Rui Machado.

30 de Setembro - Anfiteatro de Física da nossa Escola
( actualmente designado Auditório José Saramago )
Pequena participação na festa organizada por antigos alunos da
nossa Escola como comemoração dos 50 anos da sua saída deste
Estabelecimento de Ensino. Alguns Espirituais foi a nossa contri-
buição.

2 de Dezembro - Fórum Municipal Luísa Todi
- Espectáculo organizado pelo Rotaract Club de Setúbal
sob a designação "Amigos em Acção "
Mais uma vez valemo-nos dos Espirituais.

15 de Dezembro - Igreja Matriz de Palmela
- Concerto de Natal
1.ª Parte - Espirituais Negros
2.ª Parte - a sempre aplaudida Cantata de Natal
Venha Celebrar a Criança Luz

17 de Dezembro - Sé Catedral de Setúbal
- Concerto de Natal organizado por aquela Igreja
O nosso Coral actuou na 2.ª parte com a Cantata de Tom Fetke
Venha Celebrar a Criança Luz.

Do êxito do Grupo falou, dois dias depois, o jornal " O Distrito de
Setúbal " nos termos que a seguir podemos ver ( com algum es-
forço, é verdade ).

Até breve!
















quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Retrospectiva-5

Oficialização do Grupo Coral

Êxitos, convites, o ego a sentir-se lisonjeado... e ansiando por novos
convites e saídas... Pois... mas... e... aquela coisa com que (também)
se compra os melões?...
A necessidade de apoios financeiros que permitissem custear as des-
pesas com solistas convidados e as saídas para além dos muros da
cidade, levantou a questão da oficialização do Grupo Coral como en-
tidade jurídica. Na verdade, a verba cedida pelo Projecto " Viva a
Escola ", onde o Grupo se inseria, acrescida de uma pequena ajuda
disponibilizada pela Direcção da nossa Escola, era insuficiente para
fazer face às despesas que se avizinhavam. Urgia, pois, a elaboração
de estatutos definidores da identidade do Grupo e r eguladores da
sua acção.

Com o intuito de, rapidamente, ultrapassar este problema, foi soli-
citada, em finais de 1994, ao professor da Escola e futuro Presidente
da Mesa da Assembleia Geral, Dr. João José M. de Matos, a elabora-
ção de um esboço de Estatutos que foi discutido e aprovado nos co-
meços de 1995, dando origem aos primeiros Estatutos do Grupo
Coral.

Foi com esses Estatutos que se procedeu ao registo, por escritura
pública lavrada em 31 de Maio de 1995 no 2.º Cartório Notarial de
Setúbal, da Associação designada por
Grupo Coral da Escola Secundária de Bocage.

No artigo 3.º dos Estatutos estão estabelecidos os fins desta Asso-
ciação:
a) Criação e Manutenção de um Grupo Coral.
b) Contribuir para o desenvolvimento de atitudes e valores de ca-
maradagem e de solidariedade entre os membros da comunidade
educativa, numa perspectiva pedagógica e humanística.
c) Contribuir para o desenvolvimento da cultura musical entre os
elementos constituintes da Associação e da população em geral.

O artigo 11.º estipula que a Assembleia Geral é o órgão máxi-
mo da Associação e que a Direcção, pelas tarefas que lhe são co-
metidas, é o órgão activo, o gestor de fundos e contactos, o rosto
do Grupo Coral nas relações com a comunidade.

À Assembleia Geral compete eleger, por períodos de dois anos, a
sua Mesa, a Direcção e a Comissão Revisora de Contas.

Já depois da Escritura lavrada o Notário detectou um problema
com determinado ponto dos Estatutos o qual teria de ser alterado.
Atendendo a que essa alteração, por estipulação estatutária, só
poderia ser feita em Assembleia Geral, e tendo em conta que o
problema fora levantado quase em cima do período de férias, só
em 1996 foi possível reunir uma Assembleia Geral Extraordiná-
ria para votar a citada alteração.

As demoras habituais com a marcação e realização de actos no-
tariais levou a que tenhamos de considerar Janeiro de 1997 co-
mo o início legal da Direcção eleita para o biénio 1996-1997 já
como actual figurino ou seja, nos termos do disposto no novel
Estatuto.

Tinha a seguinte constituição a 1.ª Direcção do Grupo Coral da
Escola Secundária de Bocage:
  • Rosa Maria Borges Capela - Presidente
  • Maria Manuela Sequeira - Vice-Presidente
  • Rosa Maria Duarte - 1.º Secretário
  • Fernando Manuel Silva Pedroso - 2.º Secretário
  • Maria Isabel Nunes - Tesoureira

No Gabinete do Notário
( Alguns dos sócios presentes na elaboração da Escritura:
João J.M. de Matos, Fernando Fidalgo, Maria do Carmo
Candelária, Antonieta Gil, Ernesto Vitorino, Jorge Maga-
lhães e meia cara da Raquel Cardoso )

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Retrospectiva-4

Deslocação à Madeira
Madeirense amiga da Dra. Rosa Capela, a professora Maria Aurora
Carvalho Homem, pessoa grada da intelectualidade funchalense, di-
rigiu-nos convite para actuarmos naquela região autónoma. Anima-
do e esperançoso, para lá voou o Coral no início de 1995.

Janeiro – Na Madeira – O Grupo Coral, sem “ reforços”.
dia 4 – Na Escola C+S do Machico –
Venha Celebrar a Criança Luz
Foi narradora Raquel Cardoso, coralista e presidente do Conselho
Directivo da nossa Escola.
Os solos estiveram a cargo da Marta Dias.

Não foi propriamente um grande êxito mas antes um ensaio para
as prestações seguintes.

dia 5 - Na Igreja do Colégio, Funchal.
Programa : 1ª Parte : Espirituais Negros e Gospel :
· Somebody’s knocking at your door
· This train
· When the saints go marching in


Intermezzo-O Maestro canta Panis Angelicus de Cesar Frank

2ª Parte : Venha Celebrar a Criança Luz
Solista : Marta Dias
Narração : dra. Maria Aurora Carvalho Homem.


dia 6 - Auditório da RDP-Madeira.
O programa foi o apresentado antes.
As boas prestações deram origem a um convite especial da con-

servadora do Museu de Arte Sacra do Funchal para que o Coral
cantasse no “ seu ” Museu, dispondo-se a pagar o que fosse pedi-

do. O Grupo aceitou actuar mas... graciosamente.

Nota final à deslocação à Madeira

É de referir que o Grupo não se limitou à Música. Os coralistas, e
professores da nossa Escola, José Manuel Andrade e Fernando
Fidalgo, fizeram palestras, quer no Machico ( Escola C+S ) quer
no Funchal (Escola Secundária de Francisco Franco), dando a
conhecer um pouco de Setúbal naquelas vertentes que se inse-

rem nas suas especialidades: a histórica, a geográfica e a eco-
nómica.
Tratou-se, pois, de uma embaixada cultural muito completa.























O Grupo no Machico


Até à próxima!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Joy to the World!!

Peça final do Concerto de Ano Novo, realizado na Igreja de N. S. da Conceição, em Setúbal, em conjunto com o coro feminino do Coro de Câmara de Setúbal.



P.S. Obrigado Prof. Fidalgo

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Retrospectiva-3

Actuações em 1993 e 1994

1993
Maio - Primeira audição, no Auditório Paroquial da Nª. Sra.
da Anunciada, integrada no 1º FÓRUM PEDAGÓGICO DA PE-
NÍNSULA DE SETÚBAL. O Coral participou com 3 canções po-
pulares portuguesas :
Papagaio gaio gaio
Maio Moço
Trai-trai ( João Barandão )


Junho, 15 - no Refeitório da Escola - festa de encerramento do
ano lectivo
Programa – Espirituais Negros e Gospel:
Somebody’s knocking at your door
This train
When the saints go marching in
Shine on me

******
1994 - Ano de muito trabalho com a preparação do Concerto de
Natal.
Maio, 24 - Auditório Paroquial da Nª. Sra. da Anunciada - par-
ticipação no 2º FÓRUM PEDAGÓGICO DA PENÍNSULA DE SE-
TÚBAL
Programa – Quatro Espirituais.

Dezembro, 10 - Concerto de Natal na Igreja de S. Sebastião,
em Setúbal, com a colaboração dos grupos Paz e Aliança, do Bar-
-reiro.

Programa
1ª Parte :
Variações de Natal - Strens – para órgão solo
Silent Night - Franz Grüber – G. C. da ESB
Oh, Holly Night ( tradic. ) – A . Adam – Grupo Paz
Alpha & Omega – Adrian Snell – Grupo Aliança

Participação de : prof.ª Filomena Amaro (soprano)
João Paulo Reya (tenor)
Miguel Matos (organista)

2 ª Parte : Venha Celebrar a Criança Luz - Cantata de Natal -
“ meddley ” gizado por Tom Fettke com músicas clássicas, canções
tradicionais e narração, que fazem a “história“ do nascimento de
Cristo.
Acompanhamento musical em fita magnética.
Cantaram: G. C. da ESB + Grupo Paz + Grupo Aliança
Solistas : Filomena Amaro – soprano
Débora Fernandes – mezzo soprano
Narrador : Fernando Casaca – actor
Foi um êxito!. O Grupo sentiu-se feliz e animado para outros come-
timentos de fôlego.

Dezembro, 14 – No Refeitório da Escola com a Cantata de Natal
de Tom Fettke.

Dezembro, 21 – No Inatel de Setúbal, integrado no seu Concerto
de Natal
Na 1ª parte Marta Dias interpretou canções tradicionais de Natal
no seu jeito “ Jazzístico”.

O Grupo Coral da nossa Escola, com a colaboração dos grupos Paz
e Aliança, preencheu a 2ª parte com a Cantata de Natal
Venha Celebrar a Criança Luz.
Foram solistas 2 elementos femininos do grupo Paz.

O êxito da Cantata de Natal deixou o Grupo eufórico e desejoso de
mais altos voos. Mas…
Até para a semana!...
E.Vitorino

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Jesus bleibet meine Freude - J. S. Bach

Mais uma das novas peças para o nosso repertório, o Coral Jesus bleibet meine Freude da Cantata 147 de Johann Sebastian Bach.



Discover J. S. Bach!


E aqui numa interpretação de Nikolaus Harnoncourt...

Ave Verum Corpus - W. A. Mozart

Ave Verum Corpus de Mozart por Leonard Bernstein com o Coro e Orquestra da Rádio da Baviera, em Abril 1990, poucos meses antes da sua morte a 14 de Outubro de 1990.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Eco tardio do Concerto de Ano Novo

No sábado, dia 10, como prometido, estivemos na Igreja de Nossa
Senhora da Conceição para, em comunhão com o Coro de Câmara
de Setúbal, realizarmos o nosso Concerto de Ano Novo 2009.
Fraca assistência! Culpa, talvez, do frio inclemente que se fazia sen-
tir ou, talvez, da deficiente divulgação do acontecimento... talvez...
talvez...

A prestação do nosso Grupo, que actuou na primeira parte do con-
certo, foi muito conseguida. A do Coro de Câmara foi aquilo a que,
para deleite dos nossos ouvidos e das nossas almas, já vem sendo
hábito. Tanta qualidade bem que merecia uma maior moldura de
público.

No final do Concerto juntámos às suas as nossas humildes vozes
para interpretar a conhecida peça natalícia Joy to the World.

Estou seguro de transmitir o sentir de todo o nosso Grupo ao afir-
mar o quanto ansiamos por nova oportunidade de tão proveitoso
(e deleitoso ) convívio.

Deixo-vos aqui uma mais que merecida referência aos músicos
que, uma vez mais, nos acompanharam: o Nuno Batoca no
piano e a Cláudia Estanislau na flauta. A eles se deve grande
parte do êxito que temos tido.
Ao nosso maestro, Raul Avelãs, um muito obrigado pelo traba-
lho que vem desenvolvendo.
E.Vitorino

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Ave Verum Corpus - W. A. Mozart

Como prometido, aqui ficam os primeiros ficheiros para o "trabalho de casa"...



Discover W. A. Mozart!


P.S. Havia um problema com o volume, penso que neste momento estará resolvido.

domingo, 11 de janeiro de 2009

Ao criar um blog para o Grupo Coral da Escola Secundária Bocage, pretendeu-se criar um espaço onde todos pudessem ter acesso, principalmente, a informações regulares sobre as actividades do nosso Grupo Coral.

Assim, para o público em geral este blog será um local onde poderá consultar datas e locais dos nossos concertos, mas, também, de outras iniciativas de interesse cultural que decorram na região de Setúbal.

Mas queremos que este blog cumpra ainda outra função, esta direccionada para dentro do Grupo. Foi nossa intenção ao criarmos este blog, que este pudesse servir também como uma ferramenta de trabalho para os Coralistas. Nesse sentido, iremos colocar ficheiros com versões midi das obras que estivermos a trabalhar, para que cada um possa, em casa, preparar melhor o repertório para os concertos. Para cada peça, iremos colocar sempre um ficheiro com cada voz isolada e um outro com o tutti e o respectivo acompanhamento instrumental, nos casos em que isso acontece.
Surgirá então uma caixa de rádio onde cada um poderá tocar as vezes que quiser a faixa correspondente ao seu naipe, sem necessidade de fazer qualquer download (embora também seja possível fazê-lo).

Fica então prometido para muito em breve as primeiras peças, já do novo repertório, para que possamos começar a fazer o nosso "trabalho de casa".

Pessoalmente, espero que todos achem esta ferramenta útil e que possa ser mais uma forma de elevarmos cada vez mais o nível artístico do nosso Grupo Coral.

Obrigado a todos!

sábado, 10 de janeiro de 2009

Retrospectiva-2

Os 1.ºs Coristas; a 1.ª actuação; a 1.ª direcção

Como se viu na Retrospectiva-1 ( nota de apresentação publicada no
dia 1 ), o Grupo Coral da Escola Secundária de Bocage foi criado em
Janeiro de 1993 por Maria Manuela Sequeira e Rosa Maria B.Capela,
professoras desta escola.
Arrastados pelo entusiasmo das fundadoras, e com natural curiosida-
de, iniciaram as suas andanças musicais os seguintes elementos:

Sopranos
Maria Celeste Calejo (professora)
Maria da Luz Lima (professora
Maria de Jesus Deus (aluna)
Maria Eduarda Gonçalves (professora)
Maria Luísa Neto (professora)*
Marília Rodrigues (funcionária)*
Rosa Duarte (professora)

Contraltos
Antonieta Granzina Gil (professora)*
Laurinda Martins (funcionária)
Maria Aida Silva (professora)*
Maria Armanda Rodrigues (funcionária)
Maria do Carmo Candelária (professora)
Maria do Carmo Pires (professora)
Maria Fernanda Vitorino (professora)*
Maria Odete Gomes (professora)
Raquel Cardoso (professora)
Rosa Maria Capela (professora)*
Zaida Albuquerque (professora)

Tenores
Abel Castiço Pedroso (professor)
Eduardo Lima (funcionário)*
Jorge Magalhães (aluno)*
João Nunes (professor)

Baixos
Fernando Fidalgo (professor)*
José Manuel Cardoso (marido da prof.ª Raquel)
José M. Rocha Andrade (professor)
José Flórido Silva (professor)*
* Ainda hoje cantam no Coral.

Um facto que ressalta da leitura da lista anterior é a reduzida per-
centagem de alunos. Este facto irá ser uma constante ao longo da
história do Grupo. Os alunos aparecem por vezes, mais ou menos
arrastados pelos seus professores coralistas ou na sequência de
alguma actuação de maior fôlego e de reconhecido êxito, mas pou-
co tempo se sujeitam à disciplina que é requerida. É pena... mas é
assim!
Estes Coristas (ou Coralistas) neófitos começaram a ensaiar em Fe-
vereiro de 1993 as peças seguintes:
The Orchestra Song - Canção tradicional austríaca; e
Três Canções Populares Portuguesas:
Papagaio, Gaio, Gaio
João Barandâo (Trai-Trai)
Maio Moço

Foi no Auditório Paroquial da Anunciada, em Setúbal, que se fez a
primeira- e tímida - apresentação, integrada no 1.º Fórum Peda-
gógico da Península de Setúbal.
Com uma assistência numerosa, predominantemente muito jovem
e, consequentemente, ruidosa e irreverente, "massacrada" já por
longa lista de peças, bailados, cantigas infanto-juvenis, a entrada no
palco de um grupo de gente madura, na sua maioria, com "cheiro" a
professor, desencadeou, como era previsível, alguns comentários jo-
cosos; um dos mais castiços foi "Lá vêm as velhas macacas!". Mas
a prestação do Grupo foi bem conseguida e as palmas não foram re-
gateadas.
A direcção do Coral era, nesta altura, assegurada pelas suas funda-
doras; foi somente após a oficialização do Grupo se constituiu uma
Direcção com o actual figurino. Disso falaremos numa das próximas
Retrospectivas.~
Até lá!